sexta-feira, 10 de setembro de 2021

O Lugar de Jorge Sampaio e de Toda a Elite do Regime de Abril, é o Caixote de Lixo da História


Pouco a pouco, a velha guarda do actual regime que sequestra Portugal, está toda a morrer e os herdeiros políticos que deixam para trás, são demasiado incompetentes e estúpidos, para garantir a continuidade do regime dos "amanhãs a cantar" no longo prazo.

Qual foi o legado de Jorge Sampaio? Esta é a pergunta que se tem de fazer e a única resposta que eu encontro para a mesma, é que Jorge Sampaio foi ao longo das últimas décadas, um dos principais coveiros de Portugal. Jorge Sampaio serviu fielmente, enquanto Presidente da República, os desígnios da sinistra Nova Ordem Mundial e do Clube Bilderberg, tudo em nome da "democracia", pois claro e nem podia ser de outra forma.

Corria o ano de 1999, quando Jorge Sampaio, em conjunto com Ricardo Salgado e Francisco Pinto Balsemão, foram todos juntos a uma reunião do Clube Bilderberg que se realizou então em Sintra. O que por lá foi falado, no entanto e como já é costume, não é do domínio público, pois isto já se sabe que na gloriosa "democracia" dos sampaios e restante cangada maçónica, o povo reles só tem direito a pagar impostos, ao passo que a elite moralmente imunda do regime de Abril - sempre de cravo murcho com bafio a Rothschild ao peito - vive no luxo, come nos melhores restaurantes, usufrui das melhores clínicas e colégios privados, tudo pago com dinheiro roubado e que os suínos têm guardado em contas na Suíça e em offshores. Claro que isto é tudo feito em nome da "democracia" e pela "democracia" vale tudo, até mesmo largar bombas atómicas em cima de inocentes, como os ianques fizeram em Hiroxima e Nagasáqui. 

A minha opinião e é a minha opinião, é de que Jorge Sampaio merece o inferno por aquilo que ele e os seus comparsas do criminoso Partido Socialista têm feito a Portugal. É graças a esta gente e às suas políticas "democráticas" e dos "direitos humanos", que a implementação do Plano Kalergi segue hoje de vento em popa em Portugal, com consequências absolutamente catastróficas que serão irreversíveis no médio/longo prazo. 

Portanto, que não hajam aqui equívocos, o lugar de Jorge Sampaio e de toda a elite do regime de Abril, é o caixote de lixo da história. O regime bem que pode declarar agora três dias, três semanas, três meses ou até mesmo três anos de luto nacional pela figura triste de Sampaio, que nada apagará o que está registado e é do conhecimento publico, ou seja, que Sampaio nunca passou de um servo de interesses estrangeiros e passou toda a sua vida política escudado na capa da "democracia", a servir o Sionismo Internacional, o Globalismo apátrida e as forças de Satanás que tentam a todo o custo subverter a Civilização. 

Que a terra lhe seja pesada, assim como pesa aos portugueses o rasto de crimes do regime corrupto, traidor, genocida, assassino e pedófilo de Abril.   

 

2 comentários: