quinta-feira, 30 de setembro de 2021

General Gholamali Rashid: Qasem Soleimani Criou Seis Exércitos Fora do Irão Que Estão Preparados Para Destruir o Regime Sionista

 
O Irão está rapidamente a transformar-se no kingmaker do Médio Oriente. Indubitavelmente, o Irão já é neste momento a mais poderosa e influente potência em toda a região médio oriental. O Eixo da Resistência, criado como uma resposta directa à intervenção dos EUA e de Israel na região, é hoje uma força imbatível, que está a alterar seriamente a equação sionista e está a obrigar a Casa de Saud a sentar-se à mesma das negociações, ou ao invés, sofrer uma derrota catastrófica às mãos dos Houthis no Iémene, País este que se transformou nos últimos anos num autêntico "Vietname" para as bem armadas, mas totalmente incompetentes Forças Armadas da Arábia Saudita.

Todos os inimigos da Nova Ordem Mundial e nacionalistas genuínos, devem de reconhecer legitimidade à República Islâmica do Irão e apoiar a mesma como poderem. 

O Major-General Qasem Soleimani, criou seis exércitos que operam fora do Irão e que hoje estão mais fortes e bem preparados do que nunca, para esmagar a besta sionista e os seus lacaios. A missão divina que o Eixo da Resistência está a empreender, é inteiramente do interesse de Portugal, que desde 1974 tem as suas instituições sequestradas, pelos mesmos agentes e lacaios do internacionalismo sionista, que actualmente ocupam o poder em Telavive, Riade, Washington, Londres, Paris, Bruxelas e Berlim. A Família Rothschild, cujos tentáculos e poder se espalham pelo globo e que está directamente por detrás de grande parte da cabala sionista/globalista em curso, sabe que precisa de destruir o Irão e os vários exércitos regionais, criados pelo Major-General Qasem Soleimani, qual Saladino do século XXI, de forma a poder assegurar o seu poder no Médio Oriente e consequentemente, levar o Plano Oded Yinon a bom porto.

O Sionismo, não tenham qualquer dúvida sobre isto, é um autêntico programa de conquista mundial e é contra isto, contra este cancro da Humanidade, contra este mal supremo e absoluto, que hoje o Eixo da Resistência e a República Islâmica do Irão marcham com toda a força. 

O Irão, ainda mais do que a Rússia e a China, é hoje o exemplo supremo de como uma Nação pode ser verdadeiramente livre e resistir às forças diabólicas da Nova Ordem Mundial. O Império Anglo-Sionista, cometeu um dos maiores erros da sua história, no dia fatídico em que decidiu assassinar o Major-General Qassem Soleimani. Verdade seja dita, na prática, o Império nada ganhou com a morte violenta de Soleimani e a mesma apenas serviu para transformar Soleimani num mártir e garantir assim, um reforço brutal do seu legado. É um facto que Soleimani pode estar fisicamente morto, mas os exércitos por si criados no Médio Oriente, nomeadamente, o Hezbollah, o Hamas, a Jihad Islâmica Palestiniana, as Unidades de Mobilização Popular, os Houthis e a própria Força Quds - que era pessoalmente liderada por Soleimani - continuam a combater e a crescer em força e influência a cada dia que passa. 

Recordo que bem recentemente, a Força Quds mostrou aquilo que realmente vale, com o apoio que forneceu aos Talibã no Afeganistão e que foi absolutamente crucial, para conter o alastramento do "Estado Islâmico" no Afeganistão e forçar a consequente expulsão do Império Anglo-Sionista do mesmo. Pessoalmente, tenho a certeza absoluta de que neste momento, tanto no Pentágono, como no quartel-general da Mossad e das Forças de Defesa de Israel, espuma-se ódio e raiva e proferem-se toda a espécie de insultos, contra a República Islâmica e os seus aliados. Mas como diz o velho ditado popular português, de origem árabe: "Os cães ladram e a caravana passa..."

O Irão e o Eixo da Resistência têm mais surpresas a caminho e as mesmas serão reveladas gradualmente ao Mundo, durante os próximos meses e anos. Entretanto, convinha que os ocidentais não se esquecessem de uma coisa importante: a República Islâmica e o Eixo da Resistência, cumprem aquilo que prometem e muito ao contrário do Ocidente, nunca, mas nunca, dão o dito por não dito. O resto, como sempre, fica nas mãos de Allāh.
 

5 comentários:

  1. Tá na hora do Irã fechar o Estreito de Ormuz para o tio sam!

    Vão voltar a caminhar pelo deserto seguindo a um novo Moisés fugido de uma Tel Aviv pulverizada. Desta vez, diferentemente da outra, , terá o mesmo destino de Sadan e Kadafi. Seus seguidores, que outrora aplaudiram os foguetes caindo sobre o Palestina, serão caçados como ratos, sem uma nova lista de Schindler.

    Vida LONGA ao Irã !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chegou a hora da Coreia do Norte cooperar com Irã em desafio da normas definidas pelos algozes ocidentais. Vender uma 5 ogivas seria o suficiente como poder de dissuasão e expulsar definitivamente o império ianque da Mesopotâmia.

      Eliminar
    2. Os ianques, Israelenses e fãs lambi sacos, Tem de informação aquilo que é permitido. Estão se cagando com o desenvolvimento de mísseis iranianos e em breve o Irã será o próximo a apresentar e testar mísseis hipersônicos. Coréia do Norte já foi. Só sabem aquilo que é permitido. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Eliminar
    3. aquilo que foi permitido pelo governo do mundo, mas vem aí o governo que não é deste mundo e já está tomando conta, o paraclito aumentará cada vez mais a sua presença até que a humanidade esteja completamente reformulada para receber o Cristo de Deus.

      Eliminar
  2. Grande povo persa descendentes dos bravos guerreiros Ciro, Dario, Xerxes e outros. Não é por menos que Israel e eua nunca tiveram coragem de atacar diretamente o Irã, pois sabem que as consequências serão doloridas!

    ResponderEliminar