quinta-feira, 20 de maio de 2021

Israel Está a Esconder do Mundo o Número Real de Baixas Militares Que Está a Sofrer às Mãos da Resistência Palestiniana

 Um autocarro das Forças de Defesa de Israel, utilizado para transportar militares, que foi atingido hoje mesmo por um míssil anti-tanque do Hamas. Esta é uma das únicas imagens disponíveis do resultado dos ataques da resistência palestiniana, contra posições militares das forças de ocupação sionistas. Israel recusa-se a divulgar imagens das baixas materiais e humanas sofridas pelos seus soldados, por motivos que são mais do que óbvios... 
 

A máquina de propaganda sionista, está desesperadamente a tentar esconder do Mundo, as baixas materiais e humanas que as Forças de Defesa de Israel estão a sofrer às mãos da resistência palestiniana. Claramente, o Estado Sionista está a fazer de tudo para manter de pé o velho mito da "invulnerabilidade" de Israel e por isso mesmo, recusa mostrar imagens ou tecer comentários sobre o preço que lhe está a ser imposto pelo Eixo da Resistência, no entanto, a verdade é que só nas últimas horas os morteiros, rockets e drones suicidas do Hamas e da Jihad Islâmica, caíram em cima de várias bases e instalações militares das Forças de Defesa de Israel, nomeadamente: 

Para além destes alvos em terra, foi também atacado com pelo menos algum aparente sucesso, um navio da Marinha de Israel, ao largo da Faixa de Gaza.

Não esperem por imagens do resultado destes ataques, pois as forças de ocupação sionistas, recusam-se a mostrar qualquer imagem que coloque em causa a suposta "invulnerabilidade" e "invencibilidade" de Israel, o que só por si demonstra como os ataques da resistência palestiniana, estão a ser executados com sucesso e estão a atingir os alvos correctos, de forma a provocar baixas materiais e humanas entre a tropa sionista. 

O Eixo da Resistência, tal conforme foi prometido, está a fazer Israel pagar o preço e este preço vai subir ainda muito mais e a seu tempo, vai ser pago também pelos aliados que vendem armas a Israel e apoiam financeiramente o terrorismo sionista no Mundo. Tal como ontem afirmou o Comandante da Guarda Revolucionária Iraniana, o Major-General Hossein Salami, "o regime sionista está a caminhar para a derrota eterna".

Portugal deve cortar todas as relações com Israel e deve apoiar pelo menos diplomaticamente, as várias forças do Eixo da Resistência, que são quem hoje defende verdadeiramente a paz e a justiça no Médio Oriente.


Sem comentários:

Enviar um comentário